Aluno Em Goiânia Atira Em Colegas Matando Dois e Ferindo Quatro

A onde de bullying já não é novidade em nosso cotidiano, porém, nunca foi tão forte os casos em escolas como ultimamente esta acontecendo.

Em Goiânia, jovem que sofria bullying em sala de aula, resolveu tirar a vida de seus colegas que o zombavam. Como mostrado na matéria da globo, além de ter matado dois colegas de classe, ele conseguiu ferir mais quatro.

O jovem tinha apenas 14 anos e cursava o oitavo ano. Muitos estão se perguntando, como que ele conseguiu uma arma e como ele conseguiu entrar em uma escola portando uma arma de fogo.

Os pais do menino eram policiais e tinham armamento de fogo em seu lar. O que muitos relatam é que o menino não tinha e nem passava algum vestígio de maldade ou de que iria fazer alguma coisa.

Em uma entrevista, o delegado responsável por esse assunto informou que nem a diretora nem ninguém de alta responsabilidade dentro da escola ficaram sabendo que o jovem era alvo de brincadeiras de seus colegas.

O Atirador

Mediante depoimento, ele sempre foi uma criança muito tímida e que não tinha contato quase que com ninguém na escola.

O motivo das brincadeiras de mal gosto foi relacionado ao mal cheiro do menino em sala de aula, dando o início das brincadeiras e provocações iniciadas pelos seus colegas.

Uma das vítimas que vieram a falecer era amigo do atirador e ninguém entende o por que ele foi alvo do menino.

País em Luto

Como visto, o presidente a república, Michel Temer, lamentou o ocorrido em seus redes sociais e declarou luto em nomes das vítimas do atentado.

Ele prestou solidariedade as famílias e passou esta arrasado como toda população brasileira.

Feridos do Atentado

  1. Yago Marques – Com 13 anos – Levou um tiro no tórax e não teve tanta gravidade quanto aos demais, não precisando nem se que passar por cirurgias.
  2. Isadora de Morais – Com 14 anos – Permanecendo na UTI, o caso é grave com risco de vida. Ela levou um tiro no pulmão e esta respirando com ajuda de aparelhos.
  3. Lara Fleury Borges – Com 14 anos – Esta em estado estável e já respira sozinha.
  4. Marcela Rocha Macedo – Com 13 anos – Baleada no tórax com pulmão atingido e perfurado. No momento ainda permanece internada e já respirando sem aparelhos.

Depoimentos de outras crianças

“Ele estava enfurecido atirando em todos que estavam no local…”

“Pensei que balões estavam explodindo porém foram tiros e todos saíram correndo..”

“O menino que morreu falava que ele fedia e chegou a levar várias vezes desodorantes para sala para implicar com ele…”

Sobre o caso

A polícia ainda investiga o que de fato fez com que o jovem agisse dessa forma e os pais possivelmente serão punidos pelo descuido e com certeza serão afastados.

Clique aqui e volte para o início do site.